Por que você tem que levar seu cão ao dentista?
25 de novembro de 2017
Sem conservantes e corantes. Ração aposta em ingredientes saudáveis
7 de dezembro de 2017
Exibir Tudo

Se os humanos sofrem com as altas temperaturas, os gatos nem se fala! Eles podem ter hipertemia – elevação da temperatura corporal – com muito mais facilidade.

“O corpo do gato não tem a mesma capacidade que o nosso de liberar calor, então, aquece-se rapidamente. É um problema muito grave e que poder levar o felino até a óbito ”, explica a médica veterinária da Equilíbrio (linha de alimentos super premium) e coordenadora da comunicação científica, Bárbara Benitez.

Evite a hipertermia!

Nunca deixe seu gato em lugares fechados ou abafados por muito tempo. Se você mora em um apartamento, instale redes de proteção para poder manter sacadas ou janelas abertas durante sua ausência. A temperatura ideal do corpo de um felino está entre 37,5°C e 39,5°C, mas pode variar de acordo com o ambiente.

Hidratação é essencial. “Sempre deixe vasilhas de água fresca em casa e mantenha seu felino interessado em consumi-la: vale colocar pedras de gelo ou até instalar bebedouros fontes, pois gatos adoram água corrente”.

 

Sintomas:

“Os sintomas mais comuns de hipertemia são vômitos, desorientação, cansaço, respiração intensa e aumento da frequência cardíaca. Se em um dia de calor o tutor perceber esses sinais, deve levar o animal para um lugar ventilado, oferecer um pouco de água e refrescá-lo com uma toalha molhada. Leve-o imediatamente para o veterinário”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *