15 bolos de casamento com cachorros para você se apaixonar
7 de fevereiro de 2018
Nova assistência veterinária para seu bicho custa metade do preço! Conheça o plano da Trigg
7 de fevereiro de 2018
Exibir Tudo

Não coloque fantasia quente no seu pet! Veja como curtir o Carnaval com ele

Um dono inconsequente pintou seu cãozinho com tinta de pessoas e o bicho morreu intoxicado. Outros gostam de colocar roupas pesadas no calorão de fevereiro, no Carnaval.

Não pode, gente! E tem ainda o abandono. Segundo dados das ONGs que fazem parte do Programa Pedigree Adotar é Tudo de Bom, da Mars Petcare, o índice de abandono cresce em torno de 30% neste período.

Para curtir o Carnaval JUNTO com seu bicho, o Patas e a Pedigree têm 8 dicas de bem-estar para eles! Atenção logo abaixo, pois as dicas são muito importantes.


Dicas para curtir o Carnaval com seu pet!

1-  Evite expor o pet ao sol entre às 10h e 16hs. Esse é o período do dia em que o sol está mais quente;

2-  Independente da programação, leve uma garrafinha de água fresca e ofereça com frequência ao animal. Molhar a barriga e patinhas também ajuda a refrescar. Desta forma, você evitará a hipertermia

3 – Procure, ao máximo, tirar o pet de sua rotina. Mantenha os horários de alimentação e garanta um período de descanso adequado para ele.

4 –  Se o pet for exposto ao sol, não se esqueça de passar um protetor solar (próprio para pets) na ponta das orelhas, focinho e barriga, especialmente nos animais de pelagem branca e com pouco pelo

5 – Passear com o pet em um local cheio de pessoas e outros animais pode ser uma experiência que cause medo em seu bichinho. Por isso, é sempre imprescindível o uso de guia para evitar brigas e coleira com identificação para o caso de fuga

6 – Cuidado com o som alto. Os pets, especialmente os cães, tem uma audição muito apurada. Por isso, o som que pode não estar muito alto para nós, pode estar absurdamente alto para eles.

Por isso, evite que o animal fique muito próximo às caixas de som, afinal, o que não falta é música no período de Carnaval.

7 – Caso vestir o pet com algum adereço, procure peças confortáveis e de tecidos leves, que não tapem os olhos, não dificultem a locomoção e nem sejam apertadas.

Tenha cuidado com peças que se soltam com facilidade, como botões e laços. Eles podem ser engolidos pelos pets

8 –  Também vale lembrar que não é recomendado tingir o pelo do animal. Isso pode causar irritação, alergias ou até mesmo intoxicação grave na pele do pet.

 

Bela, recatada e do lar☺️ #belarecatadaedolar

Uma publicação compartilhada por Maga 🐶 Patas Ao Alto (@maguinhadog) em

Os comentários estão encerrados.