por Andrea Miramontes

Animais sofrem no frio: cuidados essenciais com o pet no inverno

Pets têm mais dores e gripes durante o período de inverno. Veja dicas para proteger seu filho de patas

Outono já chegou e inverno vem aí. Sabia que é preciso ter cuidado extra com os pets durante o frio?

Velhinha, nossa dálmata Maga sofre muito. A artrite ataca, ela tem mais dores, e,  como tem pelos curtos, agasalhos são muito bem-vindos.

“Apesar de ‘gripe’ em cães e gatos não ser do mesmo tipo que a dos humanos, é preciso ficar atento a sinais como tosse, secreção nasal e ocular, falta de apetite e prostração” conta a Médica Veterinária da Purina Dra. Luciana Pellegrino.

Bom lembrar que os animais não transmitem o vírus para humanos.

“Na maioria das vezes os sintomas são leves, mas pode ser rapidamente propagada entre os animais (da mesma espécie) e desenvolver sinais graves em animais com baixa imunidade, filhotes, idosos ou aqueles que já apresentam outras doenças, completa.

Uma boa notícia é que as doenças mais comuns podem ser prevenidas com vacinação.

Animais que tem problemas de coluna, displasias e artroses devem ter cuidados redobrados, pois as dores aumentam neste período.

“Se você notar que seu pet está mancando ou tem dificuldades para se levantar, deitar ou se locomover é a hora de levá-lo para uma consulta veterinária” recomenda a veterinária da Purina.

Vamos às dicas:

1 – Local adequado

Assegure que os locais onde eles ficam e dormem não estejam expostos a correntes de ar frio.

Mantê-los bem aquecidos, confortáveis e protegidos de chuva, umidade e incidência solar direta é essencial.

2 – Pet fashion

Roupas são uma opção boa, além de darem estilo ao seu pet, são ótimas aliadas no combate ao frio.

Mas tenha cuidado com cães muito peludos e dias não tem frios, para não correr o risco de superaquecer seu animal.

cachorro no inverno
Roupas devem ser reservadas a dias muito frios. Cuidado com o superaquecimento do pet (foto Pixabay)

3 – Alimentação

“Manter uma hidratação adequada e fornecer um alimento completo (ração) de qualidade de acordo com a espécie, idade, porte, fase de vida, nível de atividade ou necessidade específica (como algumas rações especiais para cães com problemas articulares) vai manter seu pet mais saudável não só no inverno mas por toda a vida”, finaliza Dra. Luciana Pellegrino. 

Sabe aquela teoria de que a gente come mais no frio? Serve para os animais também.

As calorias ingeridas por eles podem ajudar a manter o corpo mais aquecido. Os pets bem nutridos no inverno estão mais bem preparados para o frio, principalmente se passam muito tempo ao ar livre.

Aumentar um pouco a quantidade diária de ração pode ser necessário para esses pets que passam mais tempo ao ar livre e por isso consomem mais calorias.

4 – Atividade física

Manter a atividade física é muito importante também no inverno, mas evite voltas pelo bairro muito cedo ou já de noite.

Se possível, escolha horários como fim da manhã e começo da tarde – onde há uma chance de até ter um solzinho para aproveitar ainda mais o passeio.

Para os gatos o melhor exercício é com brincadeiras e nesses horários mais quentes do dia eles também estarão mais dispostos para brincar. 

Siga o Patas ao Alto nas redes!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com o seu comentário
Por favor digite o seu nome

Latest Posts

Para ajudar o patas a salvar vidas, doe aqui:

Youtube Patas ao alto

Mais recentes

Últimos LadoB Viagem