por Andrea Miramontes

Cães de raça são jogados no lixo depois de adultos


Raça nunca importou. Cão é cão, somos igualmente inteligentes e amamos humanos.

Mas a venda dos que têm raça continua sendo permitida sem regra nenhuma, e, por isso, o abandono chegou ao insuportável. Mesmo aqueles com preços nas alturas não escapam das ruas, como esses três peludos que trago hoje para vocês.

Humanos miolo mole compram como se fossem brinquedos, e quando cansam, jogam fora. Não estou falando de todo mundo hein gente! Só detesto os miolo mole.

+ Veja as 10 desculpas mais idiotas de quem abandona um bicho

Ciccio, da foto acima, foi encontrado magrelo acorrentado a um poste na periferia de São Paulo. Levado ao veterinário e com banho tomado, o cão se revelou de raça rara, um chipdog catalão. Adotado, Ciccio hoje tem como escravos humanos de primeira: a tia Lara e o tio Tchesco.

Nina, na foto abaixo, vagava na estrada de Alvarengas, em São Paulo, toda judiada quando a protetora Bete a encontrou. Depois de um trato, revelou-se uma maltês alva. Nina está para adoção só escrever no e-mail: sarran@uol.com.br

Amora, lembram-se dela? Na foto abaixo! Hoje a pequenina se chama Brenda. Ela estava toda pulguenta e esfomeada lutando contra uma tempestade em São Paulo.

Eu a vi e lati como louca para minha humana, que nem pensou. Parou o carro e mandou a pequenina para dentro. Resgatada, a poodle microtoy achou a família linda da tia Vanessa.

A situação dos três, fruto da irresponsabilidade humana, tiveram sorte de topar com humanos que se importam. Mas e os milhares que ainda estão abandonados com fome, medo e sujeito a toda maldade das ruas?

Veja mais:

+ Cão torna-se guia de labrador que ficou cego

+ Ursinho fofo não contém o sono e você se encanta

+ Filhotes encalhados na venda de Natal são descartados em estradas

+ Golden abandonada cega ganha um lar

+ Morceguinhos órfãos tomam mamadeira

+ Protetor enfrenta desprezo de muçulmanos para cuidar de cães

+Pug e gato mostram a cara da preguiça

+ Você abriria a porta para este gatinho?

+ Gostou do blog? Seja nosso amigo no Facebook!

 

+++ Sigam-me os bons!

5 COMENTÁRIOS

  1. na verdade eu acredito que as pessoas não tem condições de cuidar desses animais… acham que é só comprar e parcelar em 10X (sim, até cachorro se parcela…). Tenho um São Bernardo e um Husk Siberiano e o que gasto em manutenção mensal dessas meninas pode-se dizer que é alto… e é por longo prazo, 12 anos em média. Quando ficam doentes então, nem se fala. Por isso eu digo que se tem que pensar muito bem antes de levar aquele ‘pequeno filhotinho lindo e fofo’ pra casa, pois eles crescem e exigem muito investimento, atenção, amor e paciencia.

  2. Bom dia! E se não fosse esses humanos do bem, como estariam esses anjos de quatro patas? Seria muito bom que novamente tivesse um dilúvio e fosse arastasse do mundo essa reça ruim, podre, raça encapetada chamada seres-humanos covardes que maltratam os animias. Talvez isso seja impossível, mas DEUS fará justiça, pois ELE nuna falha.Que DEUS abençoe essas criaturinhas e essas pessoas ilumindas que adotaram. Felicidades!

  3. Quando vejo reportagens falando de abandono e maus tratos fico muito triste, pois os cãezinhos são amigos pra todas as horas filhote ou adulto , amo do mesmo jeito sou protetora ajudo como posso e detesto ves isso. tomara q acabe com essa onde de maus tratos e abandono a lei tem q ser mais rigorosa.

  4. Aproveito o espaço para denunciar o abandono de cães no bairro de Olinda, Nilopolis, RJ…. é possível ver naquele lugar muitos cachorros nas ruas, chegam a andar em bandos.

  5. Concordo que tem muita gente que compra por luxo, por status. Tenho uma pequena da raça beagle que ganhei de presente do meu marido, ela já está adulta e continua sendo o amor da minha vida, amo muito minha bebê. Há uma semana adotei outro beagle, este foi abandonado por um dono irresponsável, estava doente, desnutrido e infestado de pulgas e carrapatos. Eu o tratei porque amo animais. Para quem não conhece, beagle é uma raça difícil de criar e infelizmente a maioria das pessoas só olha a beleza. Pesquisei muito antes de ter um, me preparei pra receber meus “filhos de quatro patas” e não imagino minha vida sem eles. Me considero um criadora responsável e que não abandona, muito pelo contrário, são tratados como da família com tudo que tem direito, inclusive são mimados como diz o veterinário deles.

Comentários estão fechados

Latest Posts

Youtube Patas ao alto

This message is only visible to admins.
Problem displaying Facebook posts.
Click to show error
Error: Server configuration issue

Mais recentes

Últimos LadoB Viagem