por Andrea Miramontes

A verdade sobre os pit bulls

Especialistas em comportamento animal revelam as características dos pit bulls

Esqueça a imagem ruim criada sobre os cachorros da raça pit bull. Extremamente dóceis e fiéis, esses animais foram muito difamados por serem criados da forma errada. E, atualmente, sofrem por isso. 

Pit bull é muito inteligente, um cão fiel, que ama pessoas. Trata-se de um cachorro de companhia e calmo”, conta Alessandro Desco, presidente da ONG Pits Ales, especializada em resgate e ressocialização de pit bulls abandonados.

O primeiro resgate de Desco foi, justamente, um cão dessa raça, largado pelo ex-tutor, que o prendeu a um arame farpado. Foi muito judiado. Depois de tratado, o cão hoje está completamente ressocializado. Apaixonado pelos gigantes, ele se dedica ao resgate de pits, embora ajude outros animais também.

“Foco nesses cães porque eles dificilmente conseguem sobreviver quando são abandonados. Um vira-lata até ganha comida na rua. O pit bull, não. Ele pode ser apedrejado e chega a ser morto, porque as pessoas ficam com medo e cometem crueldades”, relata.

Fênix foi um dos pits resgtatados, tratados e doados pelo Pits Ales – foto Facebook pits ales

De acordo com o especialista, a cada vez que a mídia relata algum ataque com a raça, muitos outros pit bulls são colocados nas ruas, por ignorância e medo, “o que é irreal e cruel, muitas vezes, o cachorro nem é pit bull, mas já rotulam”, completa.

Perspicazes, esses cães respondem 100% aos treinamentos e são adestrados sem problema, como contam especialistas. 

Com 30 anos de adestramento e programas de TV sobre educação para animais, o mestre em comportamento animal Alexandre Rossi, conhecido por Dr. Pet, afirma que é completamente errado culpar o cachorro por algum ataque, pois não se sabe como aquele animal foi criado.

“Qualquer animal criado com violência vai ficar violento. Pit bulls são superdóceis, e, inclusive, usados em terapia para visitar idosos e crianças doentes”, acrescenta.

Alexandre Rossi, o Dr. Pet, ajuda a socializar qualquer cachorro – foto Reprodução Facebook

Rossi, que já educou e socializou inúmeros cães da raça, conta que, justamente, um pit bull foi o cão mais confiável que já teve. “Ele trabalhava como cão terapeuta e visitava crianças com síndrome de Down. Era 100% confiável. Certa vez, uma criança, inclusive, o mordeu. O cão não reagiu, porque ama pessoas. Pit é um animal muito resistente a todas as brincadeiras”, completa Rossi.

De acordo com ele, esse animal é um cão com massa muscular avantajada, forte e muito determinado. Deve, obrigatoriamente, ser educado, mas nunca com agressividade. 

“Quando cachorros sacodem brinquedos, brincadeiras que amam, isso é um comportamento instintivo, como se ele estivesse com uma presa na boca. Os pits têm essa predisposição para sacudir brinquedos, esse instinto é muito aguçado na raça. E, caso se envolva em uma briga contra um cachorro, ele é bom”, avalia.

Rossi ainda dá dicas valiosas sobre o método que usa para educar os cães. “Socialização é essencial. Desde filhote, o cachorro deve entrar em contato com todo tipo de gente e situação, como moto, bicicleta, crianças agitadas, coisas em movimento e que produzem barulho agudo. Exponha e nunca o incentive a correr ou latir”, ensina. 

Quem quer um cachorro, seja pit ou outro, Rossi lembra que o melhor é adotar um adulto. “Você já sabe o comportamento dele e pode confiar, já vem pronto para conviver em família. É diferente de um filhote, que terá que ser treinado e educado”, aconselha. 

foto: Pixabay

Dr Pet ressalta ainda que qualquer cachorro criado de forma errada pode ser violento. “Golden retriever é considerada uma raça mansa, mas minha maior cicatriz de mordida foi justamente com um deles. E o cachorro que mais me assustou foi um labrador. Todos os animais precisam de educação e estímulo do bom comportamento”, diz.

Marina Rodrigues, veterinária da Petlove, concorda com Rossi, pois o cachorro deve ser exposto a pessoas e outros animais desde sempre, para conviver bem com os outros. Ela acrescenta ainda que pit bulls são muito usados para atuarem como babás de crianças. 

Na saúde, os Pits têm predisposição para três doenças. A primeira é a displasia de quadril, sério desgaste degenerativo nos ossos que causa muita dor ao animal, a segunda, o deslocamento de patela, que também é muito doloroso e deve ser corrigido com cirurgia. Por fim, eles podem ter dermatite séria ao longo da vida.

“Nos dois primeiros problemas, cachorros obesos e que fazem atividade física em excesso ficam ainda mais propensos à evolução das doenças”, completa Rodrigues.

Ela lembra ainda que é ilegal cortar as orelhas (ou calda) dos cães. No passado, esse procedimento foi muito feito em pit bulls. Hoje nenhum profissional está autorizado por lei a fazer essa cirurgia.

A veterinária dermatologista do Hospital Vet Quality, Júlia Severo, detalha ainda as doenças de pele que a raça pode ter.

“Depende muito da cor da pelagem. Os de pele mais clara, branca, têm tendência a ter uma dermatose que pode evoluir para câncer de pele. É importante que, desde novinho, a gente evite a exposição solar nos horários entre 10h e 17h”, explica.

Ela conta ainda que os animais “red nose” (de focinho rosado) são mais predispostos a câncer e lúpus eritematoso, uma doença autoimune.

Pits Ales faz um trabalho fantástico de recuperação desses animais - foto Reprodução Facebook Pits Ales
Pits Ales faz um trabalho fantástico de recuperação desses animais – foto Reprodução Facebook Pits Ales

Pits são animais com propensão a alergias, e em muitos casos, o problema começa com o cão lambendo as patas, com uma vermelhidão na pele, que depois evolui para lesões. Muitas vezes, causada por ácaros, pólens ou grama. É um cão que deve ser acompanhado pelo veterinário desde filhote”, aconselha.

“Sou uma amante dessa raça. Atendo rotineiramente pit bulls e posso falar, com certeza, que ele não tem comportamento agressivo. São, inclusive, cães fáceis de fazer avaliações, tirar sangue, colocar na mesa para tratamentos, são muito amáveis”, finaliza a especialista.

Guia de Viagem Pet Friendly ensina a voar de avião com seu pet

 

 

 

 

Latest Posts

Youtube Patas ao alto

This message is only visible to admins.
Problem displaying Facebook posts.
Click to show error
Error: Server configuration issue

Mais recentes

Últimos LadoB Viagem